segunda-feira, 12 de julho de 2010

Absurdos da Lei 2



A história da vez é de Michael Jones (um sujeito que possui uma lista de antecedentes criminais extensiva), que durante uma perseguição policial em alta velocidade acabou batendo e matando um senhor de 81 anos. Ele estava fugindo da polícia numa van médica que havia roubado de um corpo de bombeiros quando bateu no carro de Alfred Constantino, que morreu na cena do acidente.

Agora ele está processando a polícia por US$ 1.25 por gastos médicos devido ao acidente e as custas judiciais que incorrerá para se defender do caso do atropelamento, justificando que se a polícia não o tivesse "forçado" a dirigir perigosamente em alta velocidade ele não teria batido o carro e matado ninguém.

Pra quem quiser saber mais, a história se encontra AQUI.

3 comentários:

Diana Bitten disse...

Pensei em 3 coisas na hora em que li:

- Ridículo.
- Absurdo.
- Onde vamos parar?

Laura Schwartz disse...

Absurdo vai ser se esse cara ganhar o processo!

Érica Araújo disse...

Oi Laura, sou de novo. Fiquei chocada com dois casos que estão acontecendo aqui no Brasil, Mércia, uma advogada assassinada pelo namorado, ele foi solto hoje. E Eliza, uma jovem mãe que está morta, assassinada, provavelmente pelo pai do seu filho. Teve alguma repercussão ai? Fiquei chicada. Pesquise e verá. Beijos, até.