sexta-feira, 27 de agosto de 2010

Perfect Blue


Depois de ouvir falar na morte da Satoshi Kon, um diretor de animes japonês, e da notícia vir acompanhada de infindáveis elogios a sua carreira e em especial a seu filme "Perfect Blue", fiquei curiosa e resolvi conferir, pois nunca tinha ouvido falar no filme apesar de conhecer bastantes animes.

Perfect Blue é um drama psicológico, de 1998, muito bem feito que segue Mima Kirigoe, uma ídolo pop que resolve mudar de carreira e virar atriz. Ela tem um fã meio louco que a segue por todo lado, e descobre um site chamado Mima's Room (o quarto de Mima) que funciona como um diário, que descreve seu dia-a-dia de forma tão certeira que a assusta. Com a pressão de manter o sucesso e tentando lidar com o misterioso site Mima se vê presa na tênue linha entre o que é real e o que ilusão, e o espectador se perde nessa linha junto com ela.

O anime é super bem escrito, e a trama altamente psicológica prende de forma a se esquecer que aquilo é um desenho, pois o personagem de Mima é muito bem trabalhado, e a tensão mental vai aumentando de forma que me senti absorvida e envolvida na história. É bizarro na dose certa, com traços às vezes assustadores (os olhos dos personagens são desenhados de forma surreal) e não perde para outros dramas de dar nó na cabeça feitos em Hollywood. Gostei muito mesmo e estou tentada a assistir ao outro filme muito elogiado de Satoshi Kon, Paprika.

7 comentários:

Belita disse...

Oi Laura!!!

Onde foi que você conseguiu este filme/anime?

Bjinhos!

Laura Schwartz disse...

Olá Belita! Anda sumida, hein?

Eu achei ele aqui: http://www.zomganime.com/perfect-blue/

Em japonês com legendas em inglês.

Beijoca!

Ana C. Nunes disse...

Perfect Blue foi um dos poucos filmes do género que conseguiu realmente deixar-me presa ao assento. Gostei bastante e pelos vistos não fui a única.
Ainda não vi o Paprika (por falta de tempo), mas oiço falar muito bem desse e do "Millenium Actress".

Laura Schwartz disse...

Pois é, eu que sou fã dos filmes e animes japoneses não conhecia o trabalho dele, e realmente gostei muito do Perfect Blue. Vou assistir Paprika assim que tiver oportunidade.

naomi disse...

*puf, puf, puf*

meio correndo, meio atrasada, só para dizer que indicarei seu blog no blogday lá no pdubt.

Laura Schwartz disse...

Obrigada!

Belita disse...

Oie!

Na verdade, eu tô por aqui, quietinha, lendo, viajando, trabalhando... já terminei minha mono para a pós e agora vou defende-la. Leio todos os teus posts, e os da Diana tb. As vezes falta tempo para comenta-los, mas continuo acompanhando alguns blogs, hehehe!

Bjos! Obrigada pela dica!