sábado, 7 de agosto de 2010

The Girl who Played with Fire


Este é o segundo volume da trilogia Millenium, do autor Stieg Larsson. Como havia dito no post anterior a respeito do primeiro livro (The Girl with the Dragon Tattoo), Stieg Larsson faleceu antes da publicação de seus livros, e não chegou a ver a febre que se tornaram.

Neste volume a história continua basicamente de onde o outro livro parou, com um pequeno lapso de tempo. Os protagonistas Mikael Blomkvist e Lisbeth Salander estão de volta, assim como vários personagens secundários. A história do segundo volume se centra no assassinato de um jornalista que ia publicar um livro expondo o tráfico de adolescentes para a prostituição, e Salander acaba envolvida, então desta vez é Blomkvist que ajuda nas investigações, pois seria a Millenium (sua revista) que publicaria o livro e por sua amizade com Salander.

Como no primeiro livro, os acontecimentos são mostrados paralelamente seguindo Blomkvist e Salander, e assim como no primeiro livro, os primeiros capítulos situam o leitor no estado de cada personagem, elaborando a base para a trama que vai se seguir, denotando uma vez mais que o autor Stieg Larsson era um jornalista. Assim, o início é uma vez mais ligeiramente lento e detalhado.

Se em "The Girl with the Dragon Tattoo" eu havia dito que antes de me entediar com o livro me senti envolvida e a história pegou um pique de tirar o fôlego, desta vez isso acontece ainda mais rapidamente, e a trama é mais próxima aos personagens, há mais ação, mais agonia. Muito bem escrito e brilhantemente desenvolvido para um clímax ainda maior que o do primeiro volume, o livro me deixou definitavemente com gostinho de quero mais, e não vejo a hora de comprar o tercerio, e último, volume da trilogia.

Ah! Tenho que acrescentar: A Lisbeth Salander é a nova anti-heroína que todos amam, já há tributos a ela no YouTube, etc. especialmente devido aos filmes que foram feitos na Suécia e foram sucesso de crítica, com Noomi Rapace no papel de Lisbeth (e realmente, ela captou o espírito da Lisbeth perfeitamente). Vi o primeiro e é realmente bom, mas fora ver a Noomi Rapace como Lisbeth ainda fico com o livro, sempre!

Recomendadíssimo!

2 comentários:

Kézia Lôbo disse...

Ta ai um livro que quero muito ler, mas me falta verba pra comprar XD

Laura Schwartz disse...

Pois é, levei tempos para comprar e agora não acredito que levei tanto tempo pra resolver comprar e ler! Valeu cada centavo e esta semana compro o terceiro, se tudo der certo!