terça-feira, 19 de maio de 2009

Kuroshitsuji



Passado na Era Vitoriana em Londres, Kuroshitsuji é um anime inusitado que segue a história de Ciel Phantomhive, um nobre herdeiro de imensa fortuna, e seu mordomo, Sebastian Michaelis. E qualquer base na vida real termina aí. Ao perder seus pais num incêndio, aos 12 anos Ciel troca sua alma pela servitude de Sebastian, um demônio. Pelo contrato, Sebastian deve seguir todas as ordens de Ciel, executando qualquer tarefa que lhe cabe, com perfeição. Ciel é um servente da Rainha Vitória, e faz investigações de casos incomuns.

O anime chama atenção de cara pela atenção aos detalhes, (figurino, gestos, localidades, expressões, etc) e apesar do tema gótico e sobrenatural as cores são lindas, e as histórias de terror e suspense se desenvolvem com uma inegável beleza. Apesar de sério, a relação entre Ciel, Sebastian, e os demais empregados da mansão tem um tom de comédia (humor negro) que acrescenta ao charme da série, em meio a fantasmas, demônios e assassinos.


O trunfo maior está, claro, em Sebastian, que apesar de ser um demônio que usa seus talentos nas investigações também é um mordomo impecável, salvando Ciel do inimigo ao lidar sozinho com vários vilões e ainda assim servindo o jantar na hora certa, sem atrasos. Sempre presente quando chamado, e sem perder a compostura, ele é a alma de Kuroshitsuji, o que dá de uma certa maneira uma leveza a série, apesar de Ciel ser tão apático, obscuro e sério quanto seu mordomo.

Cada episódio segue um caso diferente mas aos poucos vamos aprendendo sobre o verdadeiro significado do contrato entre os dois, e a motivação de Sebastian, cuja história é um mistério. Também vi comentários de algumas pessoas falando que os personagens são meio gays na história. Eu não os vi assim, já que se tratando de pessoas da nobreza do século passado eles são sim, afetados em seu porte e vestimenta, e além disso, muitos dos personagens são um tanto quanto assexuados já que são demônios ou anjos.

O anime tem 24 episódios, e o mangá ainda está sendo escrito, então ainda não sei que final o mangá terá, mas com certeza fiquei muito satisfeita com o final do anime, é aquilo que eu esperava que fosse acontecer. Vou ler o mangá pra ver que diferenças ele tem em relação ao anime, pois ouvi dizer que este também é super caprichado.

Dentro de sua própria categoria, este anime não é comédia, nem romance, nem de ação, e talvez nem mesmo de terror, e talvez seu passo não seja pra todos os gostos, mas com certeza recomendo por ser original e belo. Um dos melhores que já vi nos últimos tempos.


3 comentários:

Diana Bitten disse...

Na lista! E com prioridade.

Depois do Fruba, verei esse, com certeza!

Ainda mais que vc começou a me obrigar, claro... HUAHUAHUAUAHA

Laura Schwartz disse...

Eu te obriguei? EU te obriguei? Eu TE obriguei? Eu te OBRIGUEI??? rsrsrsrsrs

Diana Bitten disse...

É!!!! VC me obrigou! Vc ME obrigou! Vc me OBRIGOU!!!