quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010

Desafio Literário 2010 (Fevereiro)

Tema: Conto de Fadas Revisitado
Mês: Fevereiro

Livro: Maligna
Autor: Gregory Maguire
Título Original: Wicked
Editora: Ediouro
Páginas: 416


Sinopse: Todos conhecem a clássica história da garotinha Dorothy de "O Mágico de Oz". Mas o que dizer de sua arquiinimiga? Alguém já ouviu a versão dessa história contada pela misteriosa Bruxa do Oeste? Em "Maligna" temos a história completa da vida de Elphaba, a menina verde que um dia se tornará a Bruxa que busca vingança contra Dorothy por ter matado sua irmã, a Bruxa do Leste, quando a casa na qual chega em Oz aterrisa sobre ela, e por Dorothy tomar os sapatos mágicos da Bruxa do Leste.

Observações: Este livro é muito famoso aqui pela terra do Tio Sam, e é a base para um dos musicais mais famosos daBroadway, Wicked (título do livro em inglês). Quando escutei falar deste livro achei super interessante a idéia de ver a coisa toda pelos olhos do lado "mal". O que não esperava era um livro complexo, difícil mesmo de ler, onde somente nas últimas páginas temos o encontro da história de "Maligna" com a história de "O Mágico de Oz", pois o livro começa no nascimento de Elphaba, e segue toda sua vida, para mostrar todas as motivações que levam a Elphaba ser chamada de Bruxa e a querer tanto os sapatos de Dorothy.

Levei bastante tempo para ler este livro, pois a história se alterna entre momentos ótimos que não conseguia parar de ler, com capítulos extremamente cansativos. O livro se concentra em discussões políticas e religiosas da terra de Oz, e de longe é um livro infanto-juvenil, então os diálogos são sérios e às vezes enfadonhos. O humor da história é bastante negro, e isso rende boas passagens, mas no todo Elphaba é uma pessoa triste, amargurada, mas boa, e pelo que entendi (de novo digo que não é um livro muito fácil) no fim é seu ateísmo e seus sentimentos de abandono e inferioridade (por ter nascido verde e ser vista como alguém estranho) que a leva a ser vista com alguém má, pois ela é sempre prática e não é dada a intimidades e sentimentalismo, mas é liberal, extremamente preocupada com os direitos da classe minoritária (que no caso são os Animais que falam), enfim, é uma pessoa boa cujo destino a torna indesejável para a sociedade. Pra quem gosta de intrigas políticas e religiosas esse livro dá muito o que pensar, mas é necessária uma boa dose de paciência pra vencer as 416 páginas de "Maligna".

Nota: 2/5

20 comentários:

Diana Bitten disse...

Nossa... eu jurava que vc ia gostar mais, pelo o início que vc parecia tão empolgada.

Dá uma raiva quando o ritmo muda e a estória desanda, né?

Mais sorte na próxima!

Bjokas!

Laura Schwartz disse...

Eu também, mas foi uma escalada ler esse livro!

Aline Maziero disse...

Laura,
eu tinha me proposto a ler esse livro. Agora q vc falou assim, de uma leitura inconstante, posso pôr pro fim da pilha sem remorso.
bjos

Kézia Lôbo disse...

Deve ter sido bem cansativo ler esse livro... Acho que não vou querer ler ele não....
MAs parabens por vencer esse desafio..
XD

Laura Schwartz disse...

Este foi literalmente e literariamente um DESAFIO! rsrsrsrs

DANY disse...

Oi Laura!
Sua resenha ficou ótima, pena que a leitura tenha sido cansativa. eu mesma nunca tinha ouvido falar desse livro.
Bjs

Leo disse...

Nunca tinha ouvido falar nesse livro. Mais gosto de histórias assim.

Mais muitos livros tem isso de alguns capitulos se tornarem cansativos.

Beijo.

Larissa, Lara, Lalá, .... disse...

Laura
Fiquei contagiada com sua animacao inicial e que pena que tambe'm cansou ... Fiquei interessada, anyway ... vai para minha lista. Beijos

Laura Schwartz disse...

Pois é, fiquei frustrada quando chegava nas partes mais chatas do livro porque quando o escolhi estava super empolgada pra ler.

Nade disse...

Bah, Laura!
Não conhecia este livro, mas a ideia parece ser maravilhosa, apesar de que você disse que depois não se encantara tanto após algumas páginas.
Mas vale a dica!
Bjs, querida!

Elisandra disse...

Pena o livro nao ser totalmente bom, mas acontece.....bela resenha...sua sinceridade e opinião nos ajuda muito na hora de ler...obrigado...bjus elis

Julianna Steffens disse...

Laura eu sou apaixonada pelo musical, e não sabia que era baseado em um livro, não acredito!!!
Adorei a resenha... aconselho vc ver os videos do musical no youtube, é apaixonante^^

Laura Schwartz disse...

Eu ouvi dizer que o musical é praticamente outra história, bem diferente do livro. Já vi algumas partes, porque gosto da Idina Menzel então fui buscar ela cantando em Wicked também.

bjo.

Nanda disse...

Ei Laura,
Que pena que não gostou tanto do livro, leitura enfadonha é difícil mesmo de não largar o livro rs
Pela sinopse eu achei tãooo interessante que a gente espera mais mesmo.

bjo

Laura Schwartz disse...

Com certeza Nanda, estive super empolgada com a história, estava louca pra ler.

Vivi disse...

Hmmm...Pelo seu comentário, o livro não cumpriu a promessa instigante da sinopse. Pena! Que Março seja de òtimas leituras para você no DL.

Beijocas

Caline disse...

Gente isso pode até ser vergonhoso, mas eu nunca li nem assisti O Mágico de Oz. Depois de ler esse resumo, percebo que está mais do que na hora.
Sua sinopse ficou ótima.

Daniela disse...

Adorei o argumento do livro!

Fiquei louca de vontade de ler.

Beijos

Laura Schwartz disse...

Caline, pra falar a verdade eu também nunca li, mas vi tanto o filme original (com Judy Garland) quanto aquela versão do Michael Jackson.

Daniela, o argumento realmente é ótimo, se o livro fosse mais bem, digamos, distribuído, eu recomendaria!

meninadabahia.com.br disse...

Pela sua introdução io livro prometia, pena que depois fica chato :(


Nã otenho paciência com política não, rs.

bjsss

EStou sorteando alguns livros no blog, depois passa lá...