quinta-feira, 10 de junho de 2010

Desafio 10 livros em 10 dias - Dia 8


Depois de ter a vontade de recomendar uma lista enorme de livros (pode não parecer pelo meu post mas eu me segurei), tenho que escolher o livro que menos recomendo.

Bom, para não perder o costume, posso logo de cara dizer: qualquer um do Paulo Coelho.

Mas para não ficar repetitiva, vamos ver. Na minha vida toda, com certeza foram vários, mas é difícil lembrar de livros péssimos quando passei anos tentando esquece-los, então vou utilizar um mais recente.

Todos e qualquer um da série "The House of Night", de P.C. Cast. Li os dois primeiros na esperança da história ficar interessante, mas não aguentei a linguagem patética em que o livro é escrito, a mesmice do enredo, a inconsistência na personalidade dos personagens, etc. É realmente MUITO ruim.

Talvez pudesse até ser uma diversão de final de semana se a mãe, P.C. Cast, não tivesse deixado a filha usar a linguagem adolescente para deixar o livro "jovem". O resultado é "As patricinhas de Beverly Hills" piorado, BEM pior. É fútil demais, é mal feito, é péssimo! Não tenho palavras para descrever o tanto que detestei a escrita, futilidade, e babaquice desta série. Ela faz Paulo Coelho escrever tão bem quanto Gabriel García Marquez.

7 comentários:

Débora Lauton disse...

Eu comprei os dois primeiros da série... li um, mas ainda não tive coragem de ler o outro... talvez nunca tenha...rss

beijos,
Dé...

Laura Schwartz disse...

Pois é, eu li em e-book e fico muito feliz de não ter gastado meu din din pra compra-los! rsrrsr

Diana Bitten disse...

Que bom que você leu ele primeiro e eu não tenho que passar por isso!

Hérida Ruyz disse...

Ahhh Não!
Não me diga que a série é ruim...
acabei de comprar a coleção completa.kkk
Será que joguei dinheiro fora?
Bem...vou ter que ler p/ ver.
Bjs

Laura Schwartz disse...

Eu achei péssimo! Super mal escrito e mal aproveitado. E é bem bobinho, assim, os personagens são meio estúpidos, sei lá. Realmente não gostei nadinha!

Mas gosto é muito pessoal, né? De repente você gosta.

Patota disse...

Eu levei muito tempo pra ler Marcada. Desde o ano passado que me falaram da série, mas não a via com bons olhos.
Porém, de uns meses pra cá, algumas alunas minhas começaram a dizer maravilhas, uma amiga q tbém é fã da série, tbém só tem elogios. Me rendi e pedi emprestado o livro a uma aluna.
Não vou dizer que é uma maravilha, pois não é. Mas a história é até agradável quando vc quer apenas passar o tempo. E não nego, fiquei curiosa pra saber de algumas coisas.
Não é um livro que eu recomendaria às minhas alunas, tanto q falei com elas acerca da linguagem e de sugestões de sexo (Não sou puritana, mas creio que pra tudo tem uma idade adequada). Mas já que elas leem a série e são tão apaixonadas, continuarei lendo para poder continuar debatendo sobre o livro.
Sem falar q elas amam quando a professora lê o mesmo livro e tem alguém pra conversar sobre o assunto.
rsrs

Apesar de tudo, eu não o achei pior do que os de Paulo Coelho.
kkkkkkkkkkkkkkkkkk

Laura Schwartz disse...

Depois de ler o primeiro eu também cheguei a ficar curiosa com certas coisas, mas ao tentar ler os outros não descia o tanto que é superficial e mal escrito, e tive que desistir, melhor só ler o que acontece no wikipédia! rsrsr